João Tancredo



União terá que pagar indenização a homem que ficou paraplégico após levar tiros de militares no RJ

E-mail Imprimir

MULHERES QUE TIVERAM FILHOS MORTOS PELA POLÍCIA DESMASCARAM ‘AUTORIDADES’ E BUSCAM JUSTIÇA

Por Programa Via Legal - TV Justiça

 Levar tiros, ficar paraplégico e ter que amputar uma das pernas. A tragédia aconteceu com um homem do Rio de Janeiro. Ele voltava para casa com amigos quando foi atingido por disparos feitos por militares da Força de Pacificação no Complexo da Maré. O caso terminou na Justiça Federal e a União foi condenada a pagar pensão mensal, remédios e assistência à vítima para o resto da vida.

Assista a reportagem na íntrega aqui.